O nome do mascote da Copa do Mundo de 2014 no Brasil já tem nome, Fuleco. A escolha do nome para o mascotinho tatu-bola foi feito através de uma promoção da Fuleco Mascote CopaCoca-Cola que recebeu o nome de “O Mascote é Nosso” onde os internautas podiam escolher entre três nomes: Amijubi, Fuleco ou Zuzeco.

Zuzeco se referia à junção de “Azul” e “Ecologia”; Amijubi a junção de “Amizade” e “Júbio”; Já Fuleco é junção de “Futebol” e “Ecologia”. Apesar de nenhum dos nomes agradarem os brasileiros, o grande vencedor foi mesmo “Fuleco”.

Assim como em outras copas o mascote da Copa de 2014 no Brasil simboliza todo um país, por isso foi escolhido o tatu-bola como símbolo deste grande evento esportivo.

O período de votação do nome do mascote da Copa do Brasil durou 3 meses e Fuleco foi escolhido com 48% dos votos, aproximadamente 1,7 milhão. Zuzeco teve 31% e Amijubi 21%. Em seu anúncio a Fifa explicou o porquê do nome e do mascote referenciando a preocupação do brasileiro com o meio ambiente.

Polêmica sobre o mascote Fuleco

Logo após o anúncio do nome do mascote da Copa do Mundo de 2014 uma polêmica começou a surgir, principalmente em redes sociais como Twitter e Facebook.

Segundo o dicionário informal Fuleco tem vários significados pejorativos, o que acabou deixando muitos brasileiros indignados e logo em seguida virou motivo de piadas nas redes sociais.

Personalidades e celebridades também se manifestaram indignados com o nome escolhido inclusive com crônicas e textos sarcásticos sobre o nome do mascote da Copa de 2014 no Brasil, o Fuleco.